Com WeLive os cidadãos percebem os serviços de mobilidade urbana

O projeto WeLive é concebido para transformar a atual abordagem e-government, facilitando um modelo mais aberto de design, produção e prestação de serviços públicos, valendo-se da colaboração entre administrações públicas, cidadãos e empresários.

WeLive aplica a abordagem hélice quádrupla baseada na colaboração conjunta de três APs, quatro agentes de pesquisa e cinco empresas, constituindo o consórcio, mais os cidadãos para entregar serviços públicos de nova geração personalizados, centrados no usuário.

WeLive visa preencher a lacuna entre inovação e adoção (p. ex..take-up) dos serviços governamentais abertos. Para isso, contribui com o Framework WeLive, uma infraestrutura de TIC que adapta, amplia, estende e integra componentes de Open Innovation, Open Data e Open Services selecionados a partir de projetos anteriores dos parceiros do consórcio. Propõe-se uma Área de Open Innovation onde as partes interessadas colaboram para aa criação, o financiamento e a implementação de novos serviços.

Uma Visual Composer permitirá que os usuários não TIC montem aplicativos do serviço público a partir de blocos já existentes. As partes interessadas farão o upload/venda e o download/compra dos aplicativos gerados de/para o mercado WeLive Marketplace, impulsionando dessa forma a atividade econômica entorno dos serviços públicos.

Será feita uma personalização e análise do serviço público através da colaboração do Citizen Data Vault, que gere as informações pessoais, com o Decision Engine, que identifica as preferências do usuário, seu perfil e o contexto onde estão disponíveis os serviços públicos.

Duas fases piloto serão realizadas em três cidades (Bilbao, Novi Sad e Trento) e uma região (Helsínquia-Uusimaa) na Europa. Além disso, a viabilidade dos negócios e o potencial comercial do Framework WeLive, incluindo seu patrimônio individual, serão validados através do desenvolvimento e da implementação de modelos de negócios sustentáveis.

www.welive.eu