ELSA: Sistema Avançado de Armazenamento Local de Energia

ELSA (Energy Local Storage Advanced system) desenvolve e realiza um sistema inovador que integra baterias “second life” de baixo custo com soluções de armazenamento de energia (diretas e indiretas) tais como acumuladores de calor, gestão da demanda energética, fontes renováveis intermitentes.

A integração de sistemas de armazenamento distribuídos de pequenas e médias dimensões pode aumentar notavelmente a flexibilidade das redes de distribuição operativas, permitindo dessa forma a realização de soluções para as redes elétricas inteligentes [smart grid] tais como: balanceamento local entre demanda e oferta, a resolução dos problemas de congestionamento, a resolução dos picos de consumo e a integração de fontes renováveis. 

Todavia, atualmente no mercado há a disposição poucos sistemas decentralizados de Armazenamento de Energia que sejam tecnologicamente avançados e com preços acessíveis. Além disso, os modelos de business e o quadro jurídico e regulamentar de referência ainda não foram muito desenvolvidos.

A ideia central do projeto ELSA é a desenvolver e sustentar o paradigma “Storage-as-a-Service” tanto para a otimização da gestão da energia a nível local (dirigindo-se portanto a responsáveis de edifícios e distritos), quanto para as operações de rede avançadas (dirigindo-se aos Distribution System Operator - DSO).

ELSA baseia-se em tecnologias de armazenamento de tipo TRL> = 5 (close-to-mature) colocando-as em relação, e integrando-as, com sistemas de Gestão de Energia baseados no ICT e finalizados  à gestão e ao controle das cargas locais, à geração de recursos de armazenamento reais ou virtuais, individuais ou agregados (por ex. demanda/resposta em edifícios, distritos e redes de distribuição).

Em fase de elaboração do projeto foram estudados e desenvolvidos modelos de dados capazes de garantir a interoperabilidade entre edifícios-distritos-DSO e modelos de business inovadores habilitados pelo novo paradigma "as-a-service" do Armazenamento de Energia.

No projeto, as diversas configurações do sistema de Armazenamento de Energia foram testadas através de seis diferentes locais piloto, correspondentes  a diversos requisitos e a diversas especificações de armazenamento requeridas.

O projeto analisa os problemas ligados à segurança e à “aceitação social" das novas aplicações. Todos os stakeholder do ecossistema energético estão envolvidos na validação técnica, econômica e ambiental com a finalidade de suportar a reprodutibilidade e nível europeu dos conceitos fundamentais de ELSA, de preparar o terreno para futuras implementações das tecnologias que resultam do projeto, e de fornecer uma contribuição para a regulamentação do quadro de aplicação normativa das novas tecnologias.

ELSA é um consórcio europeu que reúne 10 parceiros internacionais (entre os quais Engineering) que representam 5 Países (França, Alemanha, Irlanda, Itália e Reino Unido).

www.elsa-h2020.eu